Audiência Pública sobre a problemática da Seca em nosso Município

por Administrador última modificação 25/11/2015 11h01

Foi realizado no dia 08 de fevereiro de 2013, nas dependências da Câmara Municipal de Barro, uma Audiência Pública acerca da problemática da seca que o Município de Barro está sofrendo nos dias atuais.

O Presidente da Câmara Municipal de Barro, Eurandir de Sousa Sinézio (Koringa) e demais Vereadores, estiveram presentes, como também autoridades dos diversos segmentos da sociedade: Igreja - representada pelo Pároco Padre Arnaldo, Executivo Municipal - representado pelo Ex.mo Sr. Prefeito Municipal, Neneca Tavares, bem como, representantes da Ematerce, Instituições Bancárias, Associações Comunitárias, Sindicatos, e população em geral.

Dentre as conquistas, maior efetivação no número de carros pipas para o abastecimento da zona rural, disponibilidade de caminhões por parte do Executivo Municipal, para o transporte de alimentação para o rebanho dos pequenos produtores, disponibilidade dos Executivo Municipal da retroescavadeira para melhorias em açudes e barragens, criação do Comitê Municipal de Convivência com a Seca, reivindicação por parte do Legislativo Municipal de projetos de mais açudes, barragens, poços profundos e políticas públicas mais efetivas na área da agricultura.

Foi discutido também o racionamento da água do açude Prazeres, pois no entendimento do Presidente da Câmara, o Vereador Koringa, será o principal manancial para abastecer o município do Barro como um todo, no interstício da quadra invernosa. No seu pronunciamento o Padre Arnaldo, fez referências no que cada um de nós podemos fazer de forma a contribuir para amenizar o sofrimento do homem sertanejo, o Padre afirmou ainda, que em suas viagens a países mais secos que o nosso, as populações aprenderam à atravessar esses problemas de forma mais amena.

Na sua fala o Prefeito do Município, Neneca Tavares, explanou os motivos da não realização do carnaval municipal, e se dispôs no que o Município puder, fará o possível para atender as necessidades mais urgentes da população.

A Instituição Bancária, Banco do Brasil, se dispôs também a rever dividas e a prorrogar parcelamentos dos Pronafianos. Na participação dos populares suas duvidas e perguntas foram totalmente esclarecidas pelas autoridades presentes na Audiência.

Veja as fotos da Audiência